5 filmes para você maratonar no dia da consciência negra

“Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”, como bem disse Angela Davis. Quantos protagonistas negros você assiste nos filmes que mais gosta ou tem interesse? Quantos dos seus atores favoritos e ícones do cinema são pessoas negras? A Corre! traz hoje uma lista de obras cinematográficas incríveis para você maratonar no dia da consciência negra – e para além disso, reeducar seus interesses em relação ao cinema. 

1 – Tongues Untied

Ano: 1989 | Duração: 55 min.

Documentário poético de Marlon Riggs sobre a luta do gay negro americano, celebrando homens negros se amando como um ato revolucionário. Também é auto biográfico, com o próprio Riggs falando em alguns momentos sobre o que significa ser negro, gay, e uma fusão entre essas duas partes de si. Na época de seu lançamento, o filme foi atacado como “pornográfico” por figuras conservadoras devido a representação bem direta de dois homens negros se beijando, hoje o documentário é reconhecido como um dos grandes marcos do cinema negro americano.

2 – Malcolm X

Ano: 1992 | Duração: 3h20min.

Cinebiografia épica de Spike Lee sobre  um dos maiores líderes afro americanos do século XX, interpretado por Denzel Washington. Durante suas mais de 3 horas, o filme narra a vida de Malcolm X do nascimento até o seu assassinato. Em 2010, o longa foi selecionado para ser preservado pela National Film Registry nos Estados Unidos pela Biblioteca do Congresso como sendo “culturalmente, historicamente, ou esteticamente significante”.

Disponível na Amazon Prime.

3 – Alma no Olho

Ano: 1974 | Duração: 11 minutos

Primeiro filme de Zózimo Bulbul, considerado o pai do cinema negro brasileiro, criado a partir dos negativos de outro filme, ‘Compasso de Espera’ (1969) de Antunes Filho, para criar o que veio a ser “o primeiro clássico do cinema negro brasileiro.” No curta experimental, Zózimo explora de modo metafórico opressão colonial e as estruturas de dominação do racismo, embalado pela trilha sonora de John Coltrane.

Disponível no Youtube

4 – Judas e o Messias Negro

Ano: 2021 | Duração: 2h6m

Dirigido por Shaka King, o longa retrata a história de Fred Hampton, revolucionário e líder dos Panteras Negras, cuja queda foi orquestrada pelo FBI, por meio do infiltrado Willian O’Neal. Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield interpretam, respectivamente, Hampton e O’Neal, com Kaluuya ganhando o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por sua atuação.

Disponível no HBO Max

5 – Cabeça de Nêgo

Ano: 2020 | Duração: 1h 25m

Escrito e dirigido por Déo Cardoso (@deocardoso76), o longa cearense retrata os esforços do jovem Saulo em mostrar o sucateamento da sua escola pública em Fortaleza por meio de uma ocupação solitária, expondo nas redes sociais os problemas do local, como ratos na cozinha e livros que não são distribuídos para os alunos, revoltando outros estudantes que passam a se unir ao protesto.

Em exibição no Globoplay a partir do dia 20.  

Leave a Reply

Your email address will not be published.